Featured Posts

Untitled ngg_pictures
Veja mais
Topo
18 nov

COP26: Mais sobre nossa participação

Já falamos sobre o lançamento de Malwee Transforma e um pouco do nosso novo Plano de Sustentabilidade durante a COP26. Hoje vamos falar um pouco mais sobre o novo Plano ESG 2030 do Grupo Malwee. Além disso, também fizemos um resumo dos outros painéis que participamos. Continua lendo pra saber tudo!

 

Bem para o planeta e também para as pessoas


Fazer bem para as pessoas também faz parte do nosso DNA. Um exemplo disso é o Instituto Malwee, que já ajudou milhares de crianças e famílias promovendo ações, doações e campanhas. E esse pilar não poderia ficar de fora do novo Plano ESG 2030.

Foram utilizados alguns princípios e metodologias renomados para criar o novo documento, como o de visão circular e ODS estabelecidos pela ONU (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável). Como já falamos, o Novo Plano tem seis temas e foi construído com base no nosso compromisso em fazer bem para o planeta e para as pessoas.

Nesse post a gente vai aprofundar nas metas sociais:

 

Trabalho Digno

Você já parou para pensar quem faz suas roupas? Pensando nisso, nossa busca por uma cadeia com trabalho mais digno e justo já começou antes. Em 2020, tínhamos mais de 50% de fornecedores avaliados e mais de 70% de facções certificadas pela ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil).

Nossa meta é alcançar 100% de rastreabilidade e transparência das condições de direitos humanos, assim como tolerância zero ao trabalho análogo ao escravo, trabalho infantil, assédio e estrangeiro irregular em toda cadeia de fornecimento.

 

Gênero

Já temos mais de 60% de mulheres no quadro de funcionários, mas queremos alcançar novas metas para 2030. O foco será ter 50%, no mínimo, de mulheres em cargos de liderança, equidade salarial e estimular o desenvolvimento de mulheres empreendedoras através de programas de apoio.

 

Diversidade Racial

O Brasil é conhecido não só pela sua natureza, mas pela grande miscigenação que faz nosso país ser tão rico em culturas! Por isso mesmo, queremos que essa diversidade também se reflita dentro da nossa empresa.

Até 2030, queremos ter no mínimo 35% de pessoas negras e/ou indígenas no quadro geral de funcionários. Outro foco será promover a equidade de raça e inclusão na cadeia de valor, estimulando o letramento racial

Guilherme Weege, Taise Beduschi e Guilherme Moreno
Guilherme Weege, CEO do Grupo Malwee; Taise Beduschi, Gerente de Sustentabilidade do Grupo Malwee e Guilherme Moreno, Gerente de Marketing da Malwee

Já viramos case internacional!

 

Além de lançar o novo Plano ESG 2030, também participamos de outros painéis sobre sustentabilidade. Ficamos muito felizes em falar mais sobre o nosso jeito de fazer uma moda mais sustentável! Confira um giro de tudo que rolou!

 

A Gerente de Sustentabilidade do Grupo Malwee, Taise Bedushi, participou do painel “Por que metas baseadas na ciência são importantes?”. Ela mostrou como esse fator foi crucial para desenvolvermos uma metodologia quando começamos a olhar para o nosso próprio processo. Com isso, conseguimos entender se nossos produtos realmente são mais sustentáveis de fato. Também foi essencial para criarmos o novo Plano de Sustentabilidade.

 

Gui Moreno, Gerente de Marketing da Malwee, falou sobre nosso jeito de criar moda no painel “A importância do setor privado no protagonismo de ações ESG”. Ele reforçou a importância de sermos um agente de comunicação. A sustentabilidade já vem ganhando muito espaço, mas tem muita gente que ainda não conhece nada a respeito. Então, quanto mais falarmos e dialogarmos com nossos clientes sobre sustentabilidade, mais acessível esse assunto se tornará.

Para finalizar, Guilherme Weege, CEO do Grupo Malwee, foi convidado para o painel “Ambição Net Zero: as empresas brasileiras estão preparadas para um futuro carbono líquido zero?”. Ele destacou a importância de termos investido em pesquisa e inovação para encontrar soluções sustentáveis. Não basta comprar créditos de carbono; é importante olharmos para a cadeia e observar o que é possível mudar e aprimorar para o futuro do planeta.

COP26 em Glasgow

Em todos os discursos, uma palavra-chave foi recorrente: transparência. Queremos ser cada vez mais transparentes, não só para mostrar com sinceridade o que estamos fazendo para o meio ambiente e o clima, mas também para compartilhar com a cadeia toda.  Acreditamos que quanto mais nos unirmos, mais soluções, inovações e ideias surgirão para diminuir o impacto da moda no mundo.

 

Se você ainda não leu o primeiro post, veja tudo sobre os lançamentos durante a COP26!

Sem comentários

Deixa sua resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial