Featured Posts

Untitled ngg_pictures
Veja mais
Topo
16 set

Vamos proteger a camada de ozônio!

camada de ozônio - dia da preservação do protetor solar da terra

Hoje, dia 16 de setembro, é comemorado o Dia Internacional de Preservação da Camada de Ozônio. E como a gente ama sustentabilidade, não podíamos deixar de falar sobre essa data, tão importante e que conquistou muito espaço nos últimos anos. Vem com a gente, que vamos explicar tudo!


Relembrar é viver: Você sabe o que é a camada de ozônio?

 

Já na escola, aprendemos sobre a camada de ozônio, por ela ser um componente importantíssimo para todo o planeta. Ela fica localizada na estratosfera, criando uma camada protetora dos raios ultravioleta tipo B (UV-B) emitidos pelo Sol. Esses raios são nocivos aos seres vivos. Ou seja, a camada de ozônio é o protetor solar da Terra.

Alguns gases feitos pelo homem são os principais responsáveis pelos buracos na camada de ozônio. O mais conhecido deles é o CFC, presente em sprays e alguns equipamentos de refrigeração. Ele reage com ozônio e faz com que a camada perca sua integridade, como explicado pelo WWF.

Com buracos na camada de ozônio, a radiação do Sol fica muito mais perigosa e pode causar danos à nossa saúde, como o câncer de pele. Além disso, todos os seres vivos também ficam prejudicados, como plantas e até mesmo fitoplânctons. E pior ainda: a temperatura média da Terra aumenta também.

 

Felizmente, em 1987 foi lançado o Protocolo de Montreal pelas Nações Unidas, um compromisso para substituir gases que prejudicassem a camada de ozônio. O Brasil é um dos países signatários e desde 2007, é proibido o uso de tais componentes em território nacional.

 

Aquecimento Global, Efeito Estufa e Camada de Ozônio: Entenda a relação

 

Outros componentes que contribuem com a vulnerabilidade da camada de ozônio são os gases poluentes. Um bom exemplo é o CO2 produzido a partir da queima de combustíveis fósseis, como carvão e petróleo, e que tem tudo a ver com o aquecimento global.

Por sua vez, o efeito estufa é um fenômeno que – em equilíbrio – preserva a temperatura do planeta. Sem ele, a Terra não seria aquecida, acredita? Porém, com a grande emissão de gases poluentes, ele entra em desequilíbrio e aumenta a emissão de gases que contribuem com a temperatura da atmosfera.

Sabendo disso, a relação fica mais clara, como na ilustração abaixo:

Buracos da camada de ozônio deixam mais raios solares passarem + Aumento dos gases estufa provocado pela emissão de gases poluentes = Aquecimento global


Vamos proteger quem nos protege

 

Agora que entendemos um pouco mais sobre a relação entre a camada de ozônio e o aquecimento global, te
mostramos o que está sendo feito e o que podemos fazer para preservar ainda mais nosso real protetor solar.

 

Já falamos sobre algumas de nossas iniciativas, principalmente por assinarmos o compromisso Business Ambition for 1.5°C: Our Only Future, lançado pela ONU para zerar a emissão de gases do efeito estufa. Uma delas é ter como fonte de energia a biomassa feita a partir do cavaco de madeira de reflorestamento. Já reduzimos 75% das nossas emissões de gases do efeito estufa e estamos trabalhando para melhorar cada vez mais!

 

Também mostramos como você pode contribuir no seu dia a dia:

 

– Apesar da proibição, fique atento a sprays e à manutenção de eletrodomésticos que possam conter CFC;

– Utilize sua bike, suas pernas e mais transporte público para diminuir a emissão de gases poluentes;

– Pratique a coleta seletiva sempre que possível! Opte também por produtos biodegradáveis e descarte pilhas
e baterias corretamente para que o solo continue saudável.

 

Curtiu saber mais sobre a importância da camada de ozônio? A gente acredita que juntos, podemos deixar a Terra mais sustentável! Afinal, tudo que a gente faz é para durar bem, para fazer bem para as pessoas e para o planeta. 

Sem comentários

Deixa sua resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial